Opinião – Half Bad – Entre o Bem e o Mal – Sally Green

IMG_0288

Sinopse:

 Uma estreia literária surpreendente, plena de magia. Um livro que é um fenómeno internacional.
Na Inglaterra dos nossos dias, bruxos e humanos vivem aparentemente integrados. Na realidade, os bruxos têm a sua própria sociedade secreta, as suas regras e a sua guerra, que divide os Bruxos Brancos, considerados «bons», e os Bruxos Negros, odiados e perseguidos pelos Brancos. O herói, Nathan, é filho de uma Bruxa Branca e de um Bruxo Negro e, portanto, considerado perigoso. Nathan é constantemente vigiado pelo Conselho dos Bruxos Brancos desde que nasceu e aos 16 anos é encarcerado e treinado para matar. Mas Nathan sabe que tem de fugir antes de completar 17 anos e a sua determinação é inabalável.

Half Bad é o romance de estreia de Sally Green e o primeiro volume de uma nova trilogia do género fantástico aguardado por todo o mundo com grande expectativa.

A minha opinião:

Depois de tanto me “salivar” por ter o livro, lá me ofereceram. E já como esperava li de uma assentada. Segundo o meu Goodreads em menos de 48 horas, o que para mim, com a vida que levo é um grande feito.
É violento, é promissor, é de tirar uma pessoa do sério. É bom, mas tão bom que vou andar a bater com a cabeça na parede enquanto não vem o próximo. É uma Distopia diferente das que estou habituada a ler, dá-me sensações controversas.  Num Mundo onde cohabitam Humanos e Bruxas ,neste livro conhecemos o Meio Bruxo Branco, Meio Bruxo Negro Nathan que não pediu para ser assim, nem sequer pediu para nascer. Ao longo do livro vamos  conhecendo cada uma das particularidades deste Universo/Mundo Distópico criado pela Sally Green e ficamos envolvidos de tal maneira que não se consegue largar. Nathan tem que descobrir de que lado quer ficar, se do lado do “Bem” se do lado do Mal e para isso é privado da liberdade, tratado como uma “coisa”, tratado como um selvagem.  E ele só tem até aos 17 anos para saber se vai continuar vivo ou não.  Tiram-lhe a familia, os amigos, toda a sua vida como ele conhece. O Conselho de Bruxos teve-o sempre debaixo de olho e quer usá-lo como meio para atingir um fim, mas esse fim é fatal para alguém que o Nathan respeita. Pelo meio,  Nathan apaixona-se por uma Bruxa Branca pura,  e deparamo-nos com um cenário de violência extrema e romance adolescente.  A escrita da Sally Green é fluída, de fácil leitura e muito promissora. Escusado será dizer que recomendo, para quem gosta de um bom livro, para quem gosta de se envolver e se perder numa história única e incrivel.  Venham os próximos.

Obrigado mais uma vez Bruno e Jorge por me terem permitido esta leitura!

Mónica

Anúncios

Posted on 16 de Abril de 2014, in Reviews. Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. Tenho no ereader por ler 🙂 Tem tanto hype que não resisti 😛

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: