Daily Archives: 1 de Julho de 2014

Opinião de Incarceron / A Lenda de Sapphique

Olá amigos, este é um daqueles casos em que não se deve falar apenas de um dos livros da “duologia”, aliás, na minha modesta opinião trata-se de um livro em duas partes 😀

Segue uma pequena apresentação dos livros, caso estejam interessados podem utilizar os respectivos banners da Wook.

incarceron

 Sinopse:
 Incarceron de Catherine Fisher

Imagine uma prisão tão vasta que abrange  masmorras, galerias, bosques de metal,  mares e  cidades em ruínas.Imagine um prisioneiro sem  memórias mas que nega pertencer àquele lugar,  mesmo sabendo que a prisão se encontra selada há  séculos e que apenas um  homem conseguiu escapar.

 Imagine uma rapariga condenada a um casamento de  conveniência e a viver numa  sociedade futurista,  vigiada por um sistema sofisticado de inteligência  artificial mas  concebida à semelhança de um cenário  do século XVII.

INCARCERON é a prisão viva que observa tudo o que  se passa dentro dos seus  muros. Finn é o prisioneiro  e Claudia a filha do guardião da prisão, que vive num  mundo exterior onde pouco se conhece sobre  INCARCERON.

Ao encontrarem uma chave de cristal que lhes permitirá comunicar, os dois engendram um plano de fuga numa corrida contra o tempo. Mas INCARCERON vigia-os e a evasão exigirá mais coragem e tornar-se-á mais difícil do que pensam.

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 336
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04372-6

Incarceron - www.wook.pt

————————————————————————————————————————-
Sapphique Sinopse:
 A lenda de Sapphique de Catherine Fisher

 Ele foi o único que escapou.  Agora tem o poder  de os salvar… ou destruir.

 Finn conseguiu fugir de Incarceron, a terrível prisão  viva e o  único lar de que tem  memória, mas a  liberdade está longe de ser  o que imaginava, Cláudia  acredita que, se Finn reclamar o direito  ao trono do  Reino, será capaz de libertar Keiro da temível prisão;  mas o Exterior não é o paraíso idílico com que Finn  sonhava e o jovem vê-se subitamente prisioneiro de  um obscuro  jogo de intrigas e  mentiras, que adia os  seus planos.

Entretanto, na obscuridade de Incarceron, os  prisioneiros falam  de um homem  lendário –  Sapphique, o único que conhece os  segredos e o único  capaz de destruir a  prisão. São inúmeras as  histórias  sobre as suas façanhas, mas haverá alguma  verdade  nelas? Será que ele existe mesmo?

Dentro e fora, todos aspiram à liberdade… como Sapphique.

Edição/reimpressão: 2013

Páginas: 360

Editor: Porto Editora

ISBN: 978-972-0-04584-3
A lenda de Sapphique - www.wook.pt


Opinião

No início o leitor depara-se com termos específicos do universo criado por Catherine Fisher e as primeiras páginas podem parecer um pouco confusas para os mais incautos, no entanto à medida que se vai avançando na leitura o confuso começa a ficar claro e começamos quase a duvidar de noções que temos pré concebidas.

Neste livro ficamos a conhecer várias personagens que numa primeira fase estão divididos em dois grupos, os que estão em Incarceron (prisioneiros?!) e os que estão fora, no mundo real (cidadãos livres?!?), no entanto quem está realmente preso e quem segue as suas próprias regras?

No primeiro grupo temos Finn e Keiro, dois irmãos de juramento que passam por várias peripécias, no segundo grupo temos Cláudia e Jared, pupila e tutor respectivamente com uma curiosidade enorme pelos segredos de Incarceron.

Desde cedo nos começamos a perguntar o que é Incarceron (além de uma prisão), onde está, como funciona… logo de seguida surge a pergunta que nos perseguirá até ao fim do enredo, mas afinal quem é Sapphique?!? Será que é real?

As respostas a estas perguntas deixo-as para vocês as descobrirem, no entanto para compreenderem este mundo “parado no tempo” e esta prisão em lado nenhum talvez convenha manter a mente aberta e lembrar-se um pouco da saga cinematográfica Matrix ou os míticos Cubo, não no sentido literal de ambiente ou trama, mas de mecânicas e possibilidades.

Chamo a atenção para as pequenas “quadras” existentes no inicio de cada capitulo pois ajudam a enquadrar vários acontecimentos no enredo. As minhas personagens preferidas são, o sapiente Jared, com todas as engenhocas dele e calma com que analisa todos os acontecimentos e a prisioneira Atia ,uma personagem que se juntara a Finn e que demonstra uma sagacidade fora do normal naquele ambiente.

Não dei conta de erros de tradução, no entanto surge aqui e ali uma ou outra gralha ou troca de nome da personagem focada. Devo reforçar que apesar de ser uma escrita limpa há várias menções e termos que levam o seu tempo a serem interiorizados e entendidos, no entanto ao avançar no livro a leitura torna-se bastante fluída e cativante sem nos apetecer largar o livro mesmo para as nossas rotinas básicas do dia a dia.

Devo dizer que li ambos os livros de uma assentada, menos de uma semana de trabalho o que demonstra quão agarrado fiquei ao enredo do livro.

Adorei e fiquei na expectativa de mais.

Despeço-me com a seguinte pergunta, mas afinal quem é Sapphique?

Abraços e até breve

Gustavo Mil-Homens

Lançamento TOPSELLER – “Até que Sejas Minha”

Até que Sejas Minha

 

«Muito tenso e extremamente bem escrito.» – Independent

«Um thriller absolutamente brilhante que o obrigará a acelerar até ao chocante final. Atenção: pode tirar-lhe o sono!» – Closer

«Se vai levar apenas um livro para as suas férias, tem de ser Até Que Sejas Minha.» – Cosmopolitan

«Um livro que não vai querer parar de ler até atingir a eletrizante última página. Prometo-lhe que nunca irá adivinhar o final, ainda que seja o mais experiente leitor de thrillers.» – Read It Swap It

«Obrigatório para os fãs de Em Parte Incerta, de Gillian Flynn.» – Psychologies

«Um final verdadeiramente espetacular…» – Entertainment Weekly

Já à venda em todo o país, Até que Sejas Minha é um thriller psicológico que promete conquistar os leitores portugueses. As excelentes críticas internacionais indiciam que o livro de Samantha Hayes irá rapidamente saltar para o topo da lista de preferências de quem gosta de policiais e thrillers intensos. Aconselha-se a leitura durante o dia, pois Até que Sejas Minha pode tirar-lhe o sono à noite…

 

SINOPSE

 

Ela tem algo que outra pessoa quer. A qualquer custo…

Claudia parece ter a vida perfeita. Está grávida, vai ter um bebé muito desejado, tem um marido que a ama, embora ausente, e uma casa maravilhosa. Depois, Zoe entra na vida dela. Zoe foi contratada para a ajudar quando o bebé nascer, e parece a pessoa certa para o cargo. Mas há qualquer coisa nela de que Claudia não gosta e que a faz desconfiar. Quando encontra Zoe no seu próprio quarto, a remexer nos seus bens pessoais, a ansiedade de Claudia torna-se um medo bem real…

 

A TOPSELLER disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

 

Até que Sejas

 

Samantha Hayes é escritora profissional desde 2006, contando já com seis títulos publicados (Blood TiesUnspokenTell TaleSomeone Else’s SonAté Que Sejas Minha e Antes Que Morras, este último a publicar brevemente em Portugal).

 

Os seus livros estão publicados em múltiplos países: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Holanda, Noruega, França, Espanha, Itália, Turquia, Hungria, Rússia, Brasil, Polónia e China.Samantha Hayes viveu na Austrália e nos Estados Unidos antes de, finalmente, se estabelecer na sua terra natal, no centro de Inglaterra. Escreve sobretudo thrillers psicológicos ambientados na vida familiar e focados em assuntos do quotidiano. Até que Sejas Minha é o seu livro de maior êxito até ao momento.

 

Em Julho pela Editorial Presença – “Puros” de Julianna Baggott – Trilogia “Puros”

É com muito entusiasmo que vos trazemos esta novidade da Editorial Presença, novidade essa que estou louca para devorar  e vos dar a minha opinião. Como sabem sou a menina das Distopias e este livrinho não foge à regra!

Logo_2_web01220117_Puros

Título Original: Pure
Tradução: Fátima Andrade
Páginas: 392
Coleção: Via Láctea Nº 117
PREÇO SEM IVA: 17,83€ / PREÇO COM IVA: 18,90€
ISBN: 978-972-23-5278-9
Código de Barras: 9789722352789

Data de Publicação: 2 Julho 2014

VOLUME DE ESTREIA DE TRILOGIA FANTÁSTICA
PARA JOVENS ADULTOS

Escolha do Editor do New York Times Book Review

100 Notable Books segundo o The New York Times

A Fox 2000 comprou os direitos de Puros e das duas sequelas em 2010, antes mesmo de estes serem vendidos para edição. Karen Rosenfelt, produtora principal da saga Twilight está envolvida no projeto.

SINOPSE:
Depois de uma série de detonações atómicas destinadas a exterminar grande parte da Humanidade, apenas uma pequena elite de puros deveria ter sobrevivido, protegida dentro da Cúpula até que a Terra se regenerasse por completo. Mas não foi isso que aconteceu… Muitos foram os que sobreviveram às explosões, deformados, com mutações terríveis, refugiados entre as ruínas da cidade, num clima de opressão por parte da milícia entretanto formada, que os aterroriza e explora. Pressia Belze é uma jovem de dezasseis anos, uma mutante que tenta fugir à milícia; Partridge é um rapaz da elite, um Puro atormentado pela suspeita de que um plano secreto está a ser desenvolvido pela elite científica da Cúpula. Numa terra devastada, os caminhos destes dois jovens acabam por se cruzar, dois sobreviventes em busca de um futuro menos sombrio, que nem desconfiam do laço secreto que os une…

Julianna Baggott é uma autora bestseller norte-americana, que tem sido agraciada com diversas distinções literárias. Puros foi considerado um dos 100 Notable Books de 2012 pelo jornal The New York Times. Esta trilogia foi Escolha do Editor do New York Times Book Review. Julianna Baggott é também uma reconhecida poetisa e ensaísta nos Estados Unidos.

GÉNERO: Ficção e Literatura/Romance Fantástico.

PÚBLICO-ALVO: Apreciadores do género fantástico.

TRILOGIA: http://juliannabaggott.com/books/julianna-baggott/the-pure-trilogy/

BOOKTRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=qMGtEh61Ju4

CITAÇÕES IMPRENSA ESTRANGEIRA:

«O mundo pós-apocalíptico criado por Julliana Baggott foi concebido para obter um admirável efeito cinematográfico… O que eleva este livro acima do grau de violência geralmente presente na ficção destinada a jovens adultos, não é tanto a história que autora conta mas sim a precisão requintada da sua prosa.»
The New York Times Book Review

«Julliana Baggott conseguiu o que parecia ser impossível e criou uma visão única da catástrofe… Uma obra fervilhante de criatividade…»
The Sunday Times (Londres)

Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.

Lançamento do livro “Quem é o meu próximo?” – Edições Mahatma/PAN

 

unnamed