The Hunger Games: Mockingjay – Part 1 (Atenção contém spoilers)

IMG_20141124_184453

Olá a todos.

Como sabem, aqui em casa somos fãs (muito fãs) da saga Hunger Games. Devoraram-se os livros em menos de nada e vibrou-se com os filmes, com as bandas sonoras, com o merchadising… viveu-se e vive-se intensamente esta maravilhosa Distopia.

Como não haveria de deixar de ser, fomos então assistir ao mais recente filme, que consiste na primeira parte do 3º e último livro da trilogia, com título em Português, “A revolta” (MockingJay).

Começamos logo por dizer que não concordamos com esta “divisão” do livro em 2 filmes. Sabemos que tem tudo a ver com “aproveitar a galinhas dos ovos de outro” mas no geral o filme foi pequeno e ficou mais de metade dos conteúdos do livro por dizer. Mais que os dois primeiros filmes. Posto isto, alguns dos pontos altos e baixos do filme:

Pontos altos:

  1. A Chegada da Katniss ao Hospital no Distrito 8. Arrepia a alma… escusado será dizer que é cena com “muita ceboila” para os olhinhos. Toda a posterior açção com o “If we burn, you burn…”
  2. A visita ao Distrito 12 com o Gale e a equipa de filmagens. Soberbo, ficamos mesmo com a noção exacta do que se passou. Aterrador.
  3. o PONTO CHAVE, de todo o filme. A Katniss a cantar “Hanging Tree” e depois todos os rebeldes a cantarem também. Arrepia, mexe com a cabeça, emociona.
  4. Quando a Prim arrisca a vida para salvar o seu gatinho Buttercup.
  5. A Katniss a rever os desenhos feitos pelo Cinna… e quando confirma que ele morreu com a Effie.
  6. Todos os momentos com mais acção foram muito bem conseguidos. Bons efeitos especiais.

Pontos Baixos:

  1. Pouca duração. Devido a isso cortaram/omitiram partes fundamentais da história que faziam sentido estarem no filme para quem nunca leu os livros.
  2. Personagens CHAVE no livro muito apagadas no filme. Finnick e Haymitch por exemplo. Fora as restantes personagens mencionadas no livro que no filme nem sombra.
  3. Acção muito “parada”. Fomos com amigos ao cinema que quase dormiram a ver o filme. Mesmo que nunca tenham lido os livros, os filmes Hunger Games podem e devem chamar o interesse de qualquer espectador.
  4. A cena (que poderia ter sido a melhor do filme), do Peeta a estrangular a Katniss… não o foi. Quando li o livro (Mónica) lembro-me que essa cena particularmente me emocionou de tal forma que ia no comboio lavada em lágrimas pela aflição da Katniss pelo sofrimento dela particularmente nessa cena e nas seguintes. Faltou emoção, faltou “dor”.

Podíamos continuar, mas de facto, gostámos do filme porque somos fãs, mas quem não leu o livro, por favor leia ,que o filme não lhe faz jus. Ficou tanto mas tanto por mostrar, dizer, mencionar. Sei que as adaptações de livros a filmes como é lógico nunca são a mesma coisa que a experiência de os ler, mas este ficou um bocadinho mais aquém que os dois filmes sucessores.

Os livros estão disponíveis na Editorial Presença, aproveitem e leiam neste Natal 🙂

Mónica & Gustavo

Anúncios

Posted on 24 de Novembro de 2014, in Geral, Reviews and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: