Opinião – O ESPIÃO PORTUGUÊS NUNO NEPOMUCENO – TopBooks

IMG_20150209_132818

É com muito entusiasmo que vos trago esta opinião hoje. Andava à tanto tempo a querer ler este livro, mas infelizmente nunca tinha podido adquirir o mesmo. É aqui que entra na BibliotecaMil este exemplar maravilhoso que o ENORME Nuno Nepomuceno nos ofertou, um exemplar dedicado e autografado! Os nossos enormes agradecimentos ao Nuno, é também de atitudes ,como a sua generosidade e simpatia que se mostram os grandes autores. Mas vamos então ao que interessa que é contar-vos o que achei do livro.

Sinopse:

E se toda a sua vida, tudo aquilo em que acredita, não passar de uma mentira?

O que faria?

Quando André Marques-Smith, o jovem director do Gabinete de Informação e Imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros português é enviado à capital sueca, está longe de imaginar que aquele será um ponto de viragem na sua vida.

Ao serviço da Cadmo, a agência de espionagem semigovernamental para a qual secretamente trabalha, recupera a primeira parte de um grupo de documentos pertencentes a um cientista russo já falecido. Mas quando regressa a Portugal, tudo muda. Uma nova força obteve a segunda parte do projeto e, de uma forma violenta e aterrorizadora, resolveu mostrar ao mundo que está na corrida pelos estudos do cientista.

Por entre os cenários reais de cidades como Estocolmo, Roma, Viena, Londres e Lisboa, a luta pelo inovador projecto começa, os disfarces sucedem-se, as missões multiplicam-se. E, enquanto é forçado a lidar com os condicionalismos de uma vida dupla, André vê-se inesperadamente envolvido num mundo de mentiras e traições, o mesmo que o levará a fazer uma descoberta que poderá mudar toda a Humanidade.

Nuno Nepomuceno nasceu em 1978, nas Caldas da Rainha.

É licenciado em Matemática pela Universidade do Algarve e reside na região Oeste.

Em 2012, venceu o Prémio Literário Note com O Espião Português, o seu primeiro romance.

Lançará em breve o segundo volume da série Freelancer, também pela Topbooks.

Opinião:

Uma lufada de ar fresco nos livros com a temática da espionagem. Simplesmente maravilhoso. Foi assim que me senti logo nas primeiras páginas lidas. As minhas até então expectativas foram suplantadas por uma escrita rica em detalhes, uma história absolutamente frenética, cheia de emoção e suspense até ao fim. Somos envolvidos na dualidade de vida do André Marques-Smith, um respeitável membro do Ministério dos negócios estrangeiros, braço direito do Ministro e Espião de uma agência de espionagem internacional. Ora o que é que ambas as “profissões” têm em comum? O André.

Gostei praticamente de todo o desenvolvimento e caracterização dada às personagens. De relativamente fácil compreensão, conseguimos facilmente entender toda a trama e sentimos aquela vontade de ler sem interrupções de forma a conseguirmos chegar ao fim rapidamente e entendermos o rumo que a história nos está a dar. É daquelas narrativas “viciantes” que por mais que se leia, quer-se sempre saber mais. Por aqui, li em 4 dias porque tinha que dividir a leitura com o trabalho… senão tinha sido non-stop!

IMG_20150209_132924

Recheado de descrições ao pormenor de locais (glamour pela Europa toda), vestuário, sentimentos, conseguimos “entrar” directamente na história e por momentos sentimos na pele as dores, as alegrias, os pensamentos do André e restantes personagens. Gostei bastante de ser um livro adaptado a uma realidade portuguesa (as descrições das refeições em casa dos pais do André, por exemplo) e de nos fazer sentir familiares a culturas e costumes.

Não posso dizer que não gostei de algo em particular, mas fiquei um pouco apreensiva em relação à personagem Mariana… fiquei a pensar se ela irá ser personagem no próximo volume ou não, se o Nuno tem algum papel reservado para ela. Para todos os efeitos em todo o livro foi a parte que mais me confundiu foi a paixão do André por ela, que foi demasiado rápida e envolvente, um tanto ou quanto dramática demais. Mas fora esta questão, penso que foi de uma inteligência BRILHANTE a concepção das reviravoltas finais e deixam o leitor com uma vontade enorme de devorar o próximo volume.

Recomendo sem dúvida nenhuma, comprem, ofereçam, partilhem as obras dos nossos escritores, cuja qualidade é cada vez melhor e ao mesmo nível de grandes nomes da literatura internacional. Nuno obrigado por esta obra e continua, tens um enorme talento, associado a seres um enorme ser Humano. Vejo o André de novo em Abril?

images

Mónica Mil-Homens

Anúncios

Posted on 17 de Fevereiro de 2015, in Geral, Reviews and tagged . Bookmark the permalink. 2 comentários.

  1. Muito obrigado, Mónica. E fica prometido, o André regressará em Abril 🙂

  2. Mal posso esperar! Obrigado pela experiência de leitura maravilhosa 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: