Opinião – Convergente de Veronica Roth – Porto Editora

image

 

O GRANDE FINAL DA SAGA DIVERGENTE, adaptada ao cinema
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 416
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04383-2
Idioma: Português

Sinopse:

Uma escolha
Pode transformar-te
Uma escolha
Pode destruir-te
A tua escolha
Vai definir-te

A sociedade de fações em que Tris Prior acreditava está destruída – dilacerada por atos de violência e lutas de poder, e marcada para sempre pela perda e pela traição. Assim, quando lhe é oferecida a oportunidade de explorar o mundo para além dos limites que conhece, Tris aceita o desafio. Talvez ela e Tobias possam encontrar, do outro lado da barreira, uma vida mais simples, livre de mentiras complicadas, lealdades confusas e memórias dolorosas.

Mas a nova realidade de Tris é ainda mais assustadora do que a que deixou para trás. As descobertas recentes revelam-se vazias de sentido, e a angústia que geram altera as vontades daqueles que mais ama.
Uma vez mais, Tris tem de lutar para compreender as complexidades da natureza humana ao mesmo tempo que enfrenta escolhas impossíveis de coragem, lealdade, sacrifício e amor.

Alternando as perspetivas de Tris e Quatro, Convergente, encerra de forma poderosa a série que cativou milhões de leitores em todo o mundo, revelando por fim os segredos do universo Divergente.

Prémios
Veronica Roth foi considerada a melhor autora pelo GoodReads Choice Awards em 2012. Divergente foi eleito o melhor livro de 2011 e Insurgente o melhor livro de fantasia para jovens-adultos em 2012, pela mesma entidade, a única cujas distinções são atribuídas exclusivamente pelos leitores.

Opinião

E quando pensamos que já sabemos tudo com Divergente e Insurgente (Opiniões aqui e aqui), afinal não sabemos nada, não somos ninguém e não temos controlo sobre nada. Neste último volume da trilogia Divergente, somos finalmente elucidados sobre o real Universo Distópico criado pela autora, e falando por mim, excedeu-me as expectativas por não ter noção do que se tratava realmente. É completamente surreal mas ao mesmo tempo possível e deixa-nos a todos com a ideia nas nossas cabecinhas do ” E se… ?”.
É uma avalanche de informação final, de atar pontas soltas, e de emoção pura e dura do inicio até ao fim. Não se consegue parar de ler e foi sem dúvida o volume que gostei mais. Ao finalmente compreender algumas coisas que me haviam escapado nos volumes anteriores, posso considerar a Trilogia Divergente muito boa, acima da média, mas não do melhor que já li no que compete a Distopias. E isto porque só consegui ficar verdadeiramente emocionada e chocada no final deste volume. Final que não gostei, compreendi, aceitei, mas de forma nenhuma gostei. Sou uma romântica incurável portanto…

É uma boa Trilogia para ler de um só vez como eu fiz, porque afinal, ao termos acesso aos volumes todos já editados temos uma experiência de leitura contínua e que nos dá mais gosto em devorar sem parar.

Espero que tenham uma boa experiência de leitura, e claro consolidada pelos filmes (que segundo me constou , este volume será dividido em 2 partes/2 filmes, como já vem a ver hábito…)

Mónica Mil

Anúncios

Posted on 18 de Março de 2015, in Geral, Reviews. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: