Opinião – Fusão “Trilogia Puros” – Julianna Baggott – Editorial Presença

01220122_Fusao_201506161430

Logo_2_web

Título Original: Fuse
Tradução: Fátima Andrade
Páginas: 472
Coleção: Via Láctea Nº 122
PREÇO SEM IVA: 18,77€ / PREÇO COM IVA: 19,90€
ISBN: 978-972-23-5572-8
Código de Barras: 9789722355728

 

Sinopse:

Em Fusão, voltamos a encontrar Pressia, a jovem determinada a descobrir os segredos do passado; Lyda, a guerreira; Bradwell, o revolucionário; El Capitan, o guarda e por fim Partridge, um Puro. Juntos organizam um grupo de guerrilha para pôr termo a um plano secreto e diabólico que está a ser arquitetado pela elite científica da Cúpula. Se conseguirem vencer milhares de vidas poderão ser salvas, mas se não, a humanidade corre um grave perigo…
Este segundo volume da trilogia, iniciada com o volume Puros, é o relato de uma aventura épica mas é também uma história de amor inesquecível.

Opinião:

Foi com muita ansiedade que esperei por o segundo volume desta trilogia.  No final de Puros ficámos com o coração cheio de emoções fortes e que são apaziguadas logo no início deste volume que começa onde justamente Puros acaba.

É sem dúvida uma leitura rápida e viciante e que nos prende do inicio ao fim, querendo sempre saber mais sobre os destinos de cada uma das personagens e em como esses destinos de vida se dispersam e cruzam ao longo da narrativa.  Somos completamente impelidos a ler mais e mais ao percebermos que o Universo distopico que nos foi apresentado em “Puros” pela autora tem uma vastidão ainda maior de conceitos e segredos do que inicialmente se previa. Na minha opinião a “Puros” até achei que houve partes em que parecia que estava a ler “mais do mesmo” no que compete a Distopias mas com “Fusão” isso esfumou-se rapidamente.

A história de Pressia e Partdrige, continua mas com contornos mais violentos tanto física como psicologicamente, mais assertivos , mais reveladores de algo tão avassalador que quando vamos a meio da narrativa e nos apercebemos do que se trata quase que ficamos sem chão. E temos também o romance que me deixou emocionada, com Lyda, sem dúvida uma das personagens que me ficou mais no coração e com El Capitan que me deixou rendida à sua transformação notória. Os laços de amizade e união deste grupo de pessoas que apenas quer sobreviver deixa-nos com vontade de ler infinitamente sobre eles.

Julliana Baggott conseguiu sem dúvida prender-nos definitivamente a esta história, a estas personagens, e o Mundo criado por ela, como já havia mencionado também na opinião de “Puros” é algo que na minha cabeça poderia efectivamente ser real e acontecer num futuro não muito longínquo. E é isso que ainda me fez mais ficar rendida e apaixonada pelas personagens e pela sua enorme lição de vida.

Obrigado à Editorial Presença pela oportunidade de leitura e que venha o último volume!

Dei 4 estrelas no Goodreads e RECOMENDO vivamente a quem já leu Puros (convém lerem o “Puros” primeiro senão torna-se difícil perceberem a narrativa iniciada em “Fusão”)

Emirates-Airline-estrelas

Para mais informações consultar o website da Editorial Presença.

Anúncios

Posted on 8 de Julho de 2015, in Editora, FC&F, Geral, Reviews and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: