Arquivos de sites

A Célula Adormecida – Nuno Nepomuceno – TopBooks

14484746_351433341861300_6829545023753246072_n

Editora: Topbooks, 2016.
Género: Thriller psicológico.
Páginas: 592.
Capa mole.

Livro em PRÉ-VENDA, disponível em qualquer livraria a partir do dia 26 de outubro

«Assim queira Deus, o Califado foi estabelecido e iremos invadir-vos como vocês nos invadiram. Iremos capturar as vossas mulheres como vocês capturaram as nossas mulheres. Vamos deixar os vossos filhos órfãos como vocês deixaram órfãos os nossos filhos.»

Daesh, o autoproclamado Estado |slâmico, 2014.

Em plena noite eleitoral, o novo primeiro-ministro português é encontrado morto. Ao mesmo tempo, em Istambul, na Turquia, uma jornalista vive uma experiência transcendente. E em Lisboa, o pânico instala-se quando um autocarro é feito refém no centro da cidade. O autoproclamado Estado Islâmico reivindica o ataque e mostra toda a sua força com uma mensagem arrepiante.

O país desperta para o terror e o medo cresce na sociedade. Um grande evento de dimensão mundial aproxima-se e há claros indícios de que uma célula terrorista se encontra entre nós. Todas as pistas são importantes para o SIS, sobretudo quando Afonso Catalão, um reputado especialista em Ciência Política e Estudos Orientais, é implicado.

De antecedentes obscuros, o professor vê-se subitamente envolvido numa estranha sucessão de acontecimentos. E eis que uma modesta família muçulmana refugiada em Portugal surge em cena.

A luta contra o tempo começa e a Afonso só é dada uma hipótese para se ilibar: confrontar o passado e reviver o amor por uma mulher que já antes o conduziu ao limiar da própria destruição.Com uma escrita elegante e o seu já tão característico estilo intimista e sofisticado, inspirado em acontecimentos verídicos, Nuno Nepomuceno dá-nos a conhecer A Célula Adormecida. Passado durante os 30 dias do Ramadão, este é um romance contemporâneo, onde ficção e realidade se confundem num estranho mundo novo e aterrador que a todos nós nos perturba. Um thriller psicológico de leitura compulsiva, inquietante, negro e inquestionavelmente atual.

É com algum atraso mas enorme alegria que escrevo este post. Mesmo estando um pouco afastados das leituras, esta é daquelas notícias que nos deixa com o bicho formigueiro e com um enorme sentimento de alegria por ter oportunidade de ler novamente algo escrito por um dos melhores escritores portugueses desta geração, Nuno Nepomuceno.

Nuno Nepomuceno, escritor da aclamada Trilogia Freelancer (com opinião aqui, aqui e aqui) consegue deixar o leitor completamente agarrado, entusiasmado e a ansiar por mais em qualquer um dos seus livros. O empenho, a qualidade de escrita e o sentirmos que parte de si mesmo está em cada linha faz do Nuno único, assim como à sua obra.

Podia continuar, mas cabe-nos a nós como leitores dizer-vos que apoiem os escritores portugueses e acima de tudo quebrem preconceitos. O Nuno Nepomuceno é o melhor autor do género Thriller/Espionagem português e está ao mesmo nível de muitos nomes conhecidos vossos internacionais.

Estou desejosa de o ter e quebrar as minhas férias sabáticas das leituras 🙂

Nuno, obrigado por teres ouvido os teus fãs!

Podem saber mais no website oficial do Nuno aqui e acompanhar o seu Blogue com todas as novidades sobre este seu novo projecto! Reservem já também o vosso exemplar!

Mónica Mil-Homens

 

[Opinião] – A Hora Solene Trilogia Freelancer – Livro III Nuno Nepomuceno – TopBOOKS

image (3)

Lutai, vós homens de valor.
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 430
Editor: Top Books
ISBN: 9789897060021

LANÇAMENTO :  partir de 11-11-2015

Sinopse:

Numa fria noite de tempestade, um homem é esfaqueado e deixado abandonado no meio de uma rua de Londres. A poucos quilómetros de distância, um procurado terrorista de nome O Gótico entrega-se voluntariamente aos serviços de inteligência britânicos. Ao mesmo tempo, um avião sofre um violento atentado sobre os céus da Irlanda, enquanto um surpreendente vídeo é entregue na redação de uma famosa cadeia de televisão.

Bem no centro destes acontecimentos que aparentemente nada têm em comum, está André Marques-Smith. Importante funcionário do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o espião português lança-se numa demanda impossível pela verdade. Mas não está sozinho. Foragidos, dois antigos colegas regressam e revelam ao mundo tudo o que está por detrás do Projeto Lebodin. E há ainda uma mulher. Em parte incerta, esta misteriosa espia de feições orientais poderá ser a chave de todo o mistério. Mas que explicação haverá para o seu desaparecimento?

Conseguirão os dois agentes alguma vez ficar juntos?

Através de uma viagem frenética por entre os deslumbrantes cenários reais de Londres, Hong Kong, Macau, Praga, Belize, Moscovo e Lisboa, as missões multiplicam-se, os disfarces sucedem-se. Questões sobre ética, moral, família e o valor da vida humana são levantadas. E uma teia de meias-verdades, ilusões, e complexas relações interpessoais é finalmente desvendada no capítulo final de uma série que já estabeleceu novos patamares para a ficção nacional.

Inspirado num discurso de guerra de Winston Churchill, depois de atingir a consagração com A Espia do Oriente, o vencedor do Prémio Literário Book.it 2012 com O Espião Português, Nuno Nepomuceno regressa para a terceira e última parte da trilogia Freelancer. Um romance de espionagem imprevisível, no já característico estilo sofisticado e intimista do autor, onde os valores tradicionais da cultura portuguesa se fundem com uma abordagem inovadora e única que o irá surpreender.

Nuno Nepomuceno

Nuno Nepomuceno nasceu em 1978, nas Caldas da Rainha. É licenciado em Matemática pela Universidade do Algarve e reside na região Oeste.
Em 2012, venceu o Prémio Literário Note! com O Espião Português, o seu primeiro romance.
Para mais informações, por favor consultar http://www.nunonepomuceno.com.

Opinião:

Já começa a ser difícil dar a minha opinião sobre os livros do Nuno, estando com medo de me tornar repetitiva… mas quem o manda escrever narrativas poderosas, fortes e com qualidade de excelência?

A espera não foi muita, mas foi muito aguardada e não me desiludi mais uma vez. Sabem que eu comecei apenas a ler a trilogia Freelancer este ano por generosidade do Nuno que me ofereceu  e à BibiliotecaMil “O Espião Português”, porque ainda não tinha conseguido adquirir o livro (até porque procurei a primeira edição aquando ele foi vencedor do prémio Literário Book.it e nunca encontrava) ,mas sempre quis ler e estava na minha wishlist desde sempre. Adoro livros de espionagem e uma sinopse como a do “O Espião Português” é atractiva para qualquer fã do género. Verdade seja dita que fiquei completamente viciada na história, apaixonada pelo André Marques-Smith (desculpa Gustavo, mas é verdade) e com “A Hora Solene” foi o culminar de todas as emoções.

Ficando nós num autêntico “cliffhanger” de roer as unhas em “A Espia do Oriente”,  neste “A Hora Solene” temos as respostas a todas as nossas dúvidas. É o verdadeiro terminar, atar pontas soltas. É uma verdadeira história de amor puro em todas as suas facetas. É na verdade aqui que percebemos as intenções do Nuno na condução da narrativa da trilogia e de facto é de uma qualidade garantidamente acima da média.  Uma das características que tenho que enaltecer é o trabalho cuidadoso com que o Nuno descreveu cada um dos locais onde se desenrola a acção. É de louvar todos os detalhes minuciosos, pedacinhos que nos conseguem colocar lá em cada um desses locais sem nunca sequer temos imaginado lá ter ido ou visto. Parabéns por isso e obrigado pelas viagens.
Também o tema principal abordado, a modificação/o aperfeiçoar genético, a criação de seres vivos em laboratório por entidades que se acham “Deus” é actual e ainda dá mais interesse a toda a trama.
Temos aqui um livro que é acção pura do inicio ao fim, sem paragens para respirar, para pensar, e somos impulsionados a ler até chegarmos ao fim, onde todas as respostas são dadas. E temos mesmo muitas surpresas e sangue. Só não gosto mesmo é da Mariana.

E o fim, caros leitores, é o fim que todos nós queríamos. Eu estava a acabar o livro quando o Gustavo entrou em casa após um dia de trabalho e toda eu era sorriso aberto e lágrimas nos olhos. Porque é assim que ficamos quando nos temos que despedir de personagens que passamos a amar, que passam a ser parte de nós de forma eterna. Esta é uma dessas trilogias/livros, que nos deixam um pedaço delas dentro de nós.

Por isso Nuno Nepomuceno, OBRIGADO pela experiência maravilhosa de conhecer o André, a Anna, o Kimi e o Tommy, todos os outros e claro… a Diva!!!!  Obrigado por teres posto um pedacinho de ti, dessa tua maneira de ser, desse sorriso,nesta tua, nossa (dos teus fãs) história.
E quero sem dúvida nenhuma ler mais escrito por ti. Com esta qualidade de escrita é imperativo que te mantenhas a escrever por muitos e longos anos, porque tens talento e acima de tudo és de uma generosidade ímpar com todos nós, teus fãs e isso não tem preço.

images

Opinião ao “O Espião Português” aqui e “A Espia do Oriente” aqui.

Mónica Mil-Homens

1º Passatempo 1000 Gostos – “A Hora Solene” de Nuno Nepomuceno – TopBooks

É com muito agrado que vos trago o 1º passatempo associado aos 1000 gostos na nossa página do Facebook!

 

image (2)

Sinopse:

Numa fria noite de tempestade, um homem é esfaqueado e deixado abandonado no meio de uma rua de Londres. A poucos quilómetros de distância, um procurado terrorista de nome O Gótico entrega-se voluntariamente aos serviços de inteligência britânicos. Ao mesmo tempo, um avião sofre um violento atentado sobre os céus da Irlanda, enquanto um surpreendente vídeo é entregue na redação de uma famosa cadeia de televisão.

Bem no centro destes acontecimentos que aparentemente nada têm em comum, está André Marques-Smith. Importante funcionário do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o espião português lança-se numa demanda impossível pela verdade. Mas não está sozinho. Foragidos, dois antigos colegas regressam e revelam ao mundo tudo o que está por detrás do Projeto Lebodin. E há ainda uma mulher. Em parte incerta, esta misteriosa espia de feições orientais poderá ser a chave de todo o mistério. Mas que explicação haverá para o seu desaparecimento?

Conseguirão os dois agentes alguma vez ficar juntos?

Através de uma viagem frenética por entre os deslumbrantes cenários reais de Londres, Hong Kong, Macau, Praga, Belize, Moscovo e Lisboa, as missões multiplicam-se, os disfarces sucedem-se. Questões sobre ética, moral, família e o valor da vida humana são levantadas. E uma teia de meias-verdades, ilusões, e complexas relações interpessoais é finalmente desvendada no capítulo final de uma série que já estabeleceu novos patamares para a ficção nacional.

Inspirado num discurso de guerra de Winston Churchill, depois de atingir a consagração com A Espia do Oriente, o vencedor do Prémio Literário Book.it 2012 com O Espião Português, Nuno Nepomuceno regressa para a terceira e última parte da trilogia Freelancer. Um romance de espionagem imprevisível, no já característico estilo sofisticado e intimista do autor, onde os valores tradicionais da cultura portuguesa se fundem com uma abordagem inovadora e única que o irá surpreender.

Para que possam participar basta que sigam umas regras bem simples:

1 – Seguir o blog Biblioteca Mil no Facebook.
2 – Partilhar este Post no Facebook (em modo Público, para podermos ver), nomeando um amigo. Só as partilhas que contiverem um amigo taggado é que contam.
3 – Seguir o Biblioteca Mil por email (Do lado direito do Blog em Siga-nos por Email)
4 – Seguirem o Nuno Nepomuceno no Facebook
5 – Podem participar uma vez por dia . Passatempo para Portugal Continental e Ilhas.
6 – O envio fica a cargo do autor, não nos responsabilizamos por extravios/e ou qualquer tipo de situação com o envio do livro.

ENTRADAS EXTRA:

Se desejarem ter logo directamente 10 entradas extra no passatempo, basta que convidem TODOS OS VOSSOS AMIGOS DO FACEBOOK a gostarem da nossa página. Podem fazer de forma mais fácil através de uma extensão do Google Chrome Facebook Invite All, e enviam o printscreen em como o efectuaram. Exemplo de printscreen:

exemplo_inviteall

Instruções de instalação no link acima da extensão. Também para Mozilla Firefox e para Opera.


Basta enviarem um email para biblioteca.mil.gm@gmail.com com os dados acima pedidos e no assunto do email constar “ 1º Passatempo 1000 Gostos – “A Hora Solene” de Nuno Nepomuceno – TopBooks” (nome, email, partilha no facebook, nome de seguidor e morada para envio dos livros e se desejar as entradas extra o printscreen de como convidou os amigos) e muito boa sorte! O Passatempo termina às 23:59 do dia 8 de Dezembro, dia da apresentação do livro no CC Colombo em Lisboa.

Será sorteado o vencedor através de Ramdom. Boa sorte a todos!!

Mónica & Gustavo Mil-Homens

Opinião – O ESPIÃO PORTUGUÊS NUNO NEPOMUCENO – TopBooks

IMG_20150209_132818

É com muito entusiasmo que vos trago esta opinião hoje. Andava à tanto tempo a querer ler este livro, mas infelizmente nunca tinha podido adquirir o mesmo. É aqui que entra na BibliotecaMil este exemplar maravilhoso que o ENORME Nuno Nepomuceno nos ofertou, um exemplar dedicado e autografado! Os nossos enormes agradecimentos ao Nuno, é também de atitudes ,como a sua generosidade e simpatia que se mostram os grandes autores. Mas vamos então ao que interessa que é contar-vos o que achei do livro.

Sinopse:

E se toda a sua vida, tudo aquilo em que acredita, não passar de uma mentira?

O que faria?

Quando André Marques-Smith, o jovem director do Gabinete de Informação e Imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros português é enviado à capital sueca, está longe de imaginar que aquele será um ponto de viragem na sua vida.

Ao serviço da Cadmo, a agência de espionagem semigovernamental para a qual secretamente trabalha, recupera a primeira parte de um grupo de documentos pertencentes a um cientista russo já falecido. Mas quando regressa a Portugal, tudo muda. Uma nova força obteve a segunda parte do projeto e, de uma forma violenta e aterrorizadora, resolveu mostrar ao mundo que está na corrida pelos estudos do cientista.

Por entre os cenários reais de cidades como Estocolmo, Roma, Viena, Londres e Lisboa, a luta pelo inovador projecto começa, os disfarces sucedem-se, as missões multiplicam-se. E, enquanto é forçado a lidar com os condicionalismos de uma vida dupla, André vê-se inesperadamente envolvido num mundo de mentiras e traições, o mesmo que o levará a fazer uma descoberta que poderá mudar toda a Humanidade.

Nuno Nepomuceno nasceu em 1978, nas Caldas da Rainha.

É licenciado em Matemática pela Universidade do Algarve e reside na região Oeste.

Em 2012, venceu o Prémio Literário Note com O Espião Português, o seu primeiro romance.

Lançará em breve o segundo volume da série Freelancer, também pela Topbooks.

Opinião:

Uma lufada de ar fresco nos livros com a temática da espionagem. Simplesmente maravilhoso. Foi assim que me senti logo nas primeiras páginas lidas. As minhas até então expectativas foram suplantadas por uma escrita rica em detalhes, uma história absolutamente frenética, cheia de emoção e suspense até ao fim. Somos envolvidos na dualidade de vida do André Marques-Smith, um respeitável membro do Ministério dos negócios estrangeiros, braço direito do Ministro e Espião de uma agência de espionagem internacional. Ora o que é que ambas as “profissões” têm em comum? O André.

Gostei praticamente de todo o desenvolvimento e caracterização dada às personagens. De relativamente fácil compreensão, conseguimos facilmente entender toda a trama e sentimos aquela vontade de ler sem interrupções de forma a conseguirmos chegar ao fim rapidamente e entendermos o rumo que a história nos está a dar. É daquelas narrativas “viciantes” que por mais que se leia, quer-se sempre saber mais. Por aqui, li em 4 dias porque tinha que dividir a leitura com o trabalho… senão tinha sido non-stop!

IMG_20150209_132924

Recheado de descrições ao pormenor de locais (glamour pela Europa toda), vestuário, sentimentos, conseguimos “entrar” directamente na história e por momentos sentimos na pele as dores, as alegrias, os pensamentos do André e restantes personagens. Gostei bastante de ser um livro adaptado a uma realidade portuguesa (as descrições das refeições em casa dos pais do André, por exemplo) e de nos fazer sentir familiares a culturas e costumes.

Não posso dizer que não gostei de algo em particular, mas fiquei um pouco apreensiva em relação à personagem Mariana… fiquei a pensar se ela irá ser personagem no próximo volume ou não, se o Nuno tem algum papel reservado para ela. Para todos os efeitos em todo o livro foi a parte que mais me confundiu foi a paixão do André por ela, que foi demasiado rápida e envolvente, um tanto ou quanto dramática demais. Mas fora esta questão, penso que foi de uma inteligência BRILHANTE a concepção das reviravoltas finais e deixam o leitor com uma vontade enorme de devorar o próximo volume.

Recomendo sem dúvida nenhuma, comprem, ofereçam, partilhem as obras dos nossos escritores, cuja qualidade é cada vez melhor e ao mesmo nível de grandes nomes da literatura internacional. Nuno obrigado por esta obra e continua, tens um enorme talento, associado a seres um enorme ser Humano. Vejo o André de novo em Abril?

images

Mónica Mil-Homens

Novidade TopBooks – O ESPIÃO PORTUGUÊS NUNO NEPOMUCENO

Boa tarde a todos 🙂 Como não poderia deixar ser ser, já com alguns dias de atraso é verdade, mas com uma alegria enorme, divulgamos a nova Capa e Lançamento do Livro do estimado escritor Nuno Nepomuceno. Aqui a casa Mil adorou a nova Capa, dá vontade de devorar cada página, dá vontade de manusear com extremo cuidado adicional para que nem as marcas dos dedos lá fiquem.

Moderna e sofisticada, esta edição promete as delicias de quem ainda não leu, e uma releitura obrigatória de quem já leu :). Chega-nos pela mão da TopBooks e é sucesso garantido!

10899_733258970106114_2661372895763323691_n

 

Sinopse:

E se toda a sua vida, tudo aquilo em que acredita, não passar de uma mentira?

O que faria?

Quando André Marques-Smith, o jovem director do Gabinete de Informação e Imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros português é enviado à capital sueca, está longe de imaginar que aquele será um ponto de viragem na sua vida.

Ao serviço da Cadmo, a agência de espionagem semigovernamental para a qual secretamente trabalha, recupera a primeira parte de um grupo de documentos pertencentes a um cientista russo já falecido. Mas quando regressa a Portugal, tudo muda. Uma nova força obteve a segunda parte do projeto e, de uma forma violenta e aterrorizadora, resolveu mostrar ao mundo que está na corrida pelos estudos do cientista.

Por entre os cenários reais de cidades como Estocolmo, Roma, Viena, Londres e Lisboa, a luta pelo inovador projecto começa, os disfarces sucedem-se, as missões multiplicam-se. E, enquanto é forçado a lidar com os condicionalismos de uma vida dupla, André vê-se inesperadamente envolvido num mundo de mentiras e traições, o mesmo que o levará a fazer uma descoberta que poderá mudar toda a Humanidade.

Nuno Nepomuceno nasceu em 1978, nas Caldas da Rainha.

É licenciado em Matemática pela Universidade do Algarve e reside na região Oeste.

Em 2012, venceu o Prémio Literário Note com O Espião Português, o seu primeiro romance.

Lançará em breve o segundo volume da série Freelancer, também pela Topbooks.

 

Para mais informações consultar o website da TopBooks, ou Website Oficial do Nuno Nepomuceno.

  À venda a partir de 18 de Fevereiro!

Fica prometido desde já a opinião ao livro e não deixem de apoiar os nossos escritores! Só assim conseguimos transformar sonhos em realidades! Obrigado Nuno, pela amabilidade e desejamos toda a sorte deste Mundo! Merecida!

 

Mónica & Gustavo